10 cargos mais bem pagos que não exigem Ensino Superior

Na lista com os 10 cargos mais bem remunerados e que não exigem formação superior, a média salarial mensal pode ultrapassar R$ 5 mil

Mesmo sem um diploma do Ensino Superior, há profissões que oferecem salários interessantes. É o que revela um levantamento feito pela Catho, site líder em empregos no país.

Na lista com os 10 cargos mais bem remunerados e que não exigem formação superior, a média salarial mensal pode ultrapassar R$ 5 mil. Esse é o caso do Técnico de Petróleo, profissão que lidera o ranking da Catho.

“O diploma técnico é capaz de preparar profissionais para exercer determinadas atividades que tiveram um crescimento importante nos últimos anos e passaram a oferecer remunerações mais atraentes”, afirma Murilo Cavellucci, diretor de
gente e gestão da Catho.

Veja a lista completa:

Ranking Cargo Área geral (Salário/Mês)

1° Técnico de Petróleo Extração de Petróleo, Óleo e Gás R$ 5.406,00

2° Ferramenteiro de Corte e Repuxo Industrial / Operações R$ 4.662,50

3° Técnico Sucroalcooleiro Industrial / Operações R$ 4.273,50

4° Técnico em Inspeção de Equipamentos Assistência Técnica R$ 4.127,80

5° Inspetor de Qualidade de Instrumentos Qualidade R$ 3.979,10

6° Técnico em Obras Engenharia R$ 3.940,00

7° Ferramenteiro de Manutenção Industrial / Operações R$ 3.892,50

8° Ferramenteiro de Moldes Plásticos Industrial / Operações R$ 3.886,70

9° Técnico de Planejamento Administração Geral R$ 3.813,20

10° Projetista Mecânico Industrial / Operações R$ 3.810,60

O segmento Industrial/Operações é o que possui mais profissões na lista de cargos mais bem remunerados e que não exigem formação superior. Do total de 10 profissões no ranking, seis pertencem à área: Ferramenteiro de Corte e Repuxo (2º lugar), Técnico Sucroalcooleira (3º lugar), Ferramenteiro de Manutenção (7º lugar), Ferramenteiro de Moldes Plásticos (8º lugar), Projetista Mecânico (10º lugar). Já na área de Assistência Técnica, o Técnico em Inspeção de Equipamentos ocupa o quarto lugar na lista de melhores remunerações, com um rendimento mensal de R$4.127,80.

Redação Catho

SEM COMENTÁRIOS