Mediotec oferece 27 cursos técnicos de nível médio gratuitos

Programa Mediotec abre espaço para ensino profissionalizante na Bahia

Secretaria de Educação Realiza aula inaugural dos novos cursos tecnicos das redes estaduais.
Foto: Paula Fróes/GOVBA

Mais uma oportunidade para quem quer se profissionalizar, o Mediotec oferece 27 cursos técnicos de nível médio, por meio da Rede Estadual de Ensino. No primeiro dia de aula, nesta segunda-feira (11), no Centro de Educação Profissional em Música, que funciona no bairro de Nazaré, em Salvador, representantes da Secretaria de Educação do Estado explicaram para os alunos o que é e como funciona o programa.

A diretora da Superintendência de Educação Profissional e Tecnológica da Secretaria da Educação, Danile Sanches, informou que são oferecidos cursos em várias áreas, como manutenção e técnico em informática, telecomunicações, mecânica, canto, design, turismo e cozinha, ou seja, oportunidade para diferentes perfis.

Sanches explicou ainda que o Mediotec é um dos braços do Pronatec, junto à estrutura de secretarias estaduais. “É voltado para alunos de 15 a 19 anos que estejam cursando o segundo e o terceiro ano do ensino médio. Atualmente, estamos em 37 municípios e temos 56 turmas formadas, totalizando 1.414 vagas de alunos já inscritos e selecionados”.

Ainda segundo a diretora, além do curso, os alunos têm outras oportunidades de ingressar no mercado de trabalho, a partir do ensino profissionalizante. “Existem duas opções, um dos primeiros módulos que trabalhamos com estes alunos é o empreendedorismo, pois o técnico não precisa ser empregado, ele pode ser também um empreendedor e empregador. O aluno tem ainda a opção de ingressar no mercado de trabalho por meio do Programa Primeiro Emprego”.

Shelton Garcia, 17 anos, já ingressou no curso com o know how de quem toca no Neojiba. Ele aposta na profissionalização para seguir carreira. “Eu espero que, após essa oportunidade que o Governo do Estado está proporcionando para nós, as portas se abram. Então vou ampliar meus conhecimentos aqui e aguardar eventos, conhecer pessoas, receber propostas”.

Driele Oliveira, 16, também já conhece a música enquanto área do conhecimento e pretende se profissionalizar. “Eu procurei o Mediotec porque já fazia percussão em outro lugar, mas o curso profissionalizante abre mais portas. Eu gosto de música, dos instrumentos, então fui incentivada a me profissionalizar. Eu espero enriquecer meu currículo, tocar em bandas, conhecer outras pessoas da área, seguir essa carreira”, revelou.

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.