Programa prevê nove mil vagas de estágio para jovens da rede de ensino estadual

Além do salário, os jovens terão direito a benefícios, como plano de saúde, durante o contrato de dois anos

O governador Rui Costa anunciou nesta terça-feira (25) a criação de nove mil vagas de estágio para alunos da rede estadual de ensino. A informação foi divulgada durante o evento Fórum [B+], que reuniu empresários, artistas e estudantes na Sala Principal do Teatro Castro Alves.

As vagas do programa “Primeiro Estágio, Primeiro Emprego” serão oferecidas por órgãos e empresas do Governo do Estado e serão destinadas aos estudantes que concluírem o nível médio em unidades estaduais. Além do salário, os jovens terão direito a benefícios, como plano de saúde, durante o contrato de dois anos.

Governador anunciou criação do programa “Primeiro Estágio, Primeiro Emprego” durante evento no TCA (Foto: Manu Dias/ GOV BA)

A seleção para as vagas será feita a partir do desempenho dos alunos nos três anos do ensino médio e técnico. “Quem vai cuidar da informática, da biblioteca da escola é o aluno egresso da rede estadual. Quem vai trabalhar como técnico de enfermagem nos nossos hospitais são os alunos e alunas da nossa rede estadual”, disse o governador ao adiantar que o programa será financiado com recursos do Fundo de Combate à Pobreza.

Segundo ele, o projeto de lei será enviado em breve para a Assembleia Legislativa da Bahia (Alba), juntamente com a proposta que cria uma bolsa de auxílio financeiro para alunos de escola pública que alcançam a universidade. O projeto também prevê vagas de estágio superior para estudantes das quatro universidades estaduais.

Também nesta manhã, Rui Costa lançou o selo “Amigo da Educação”, que será concedido às empresas que investirem nas escolas públicas. No fórum, foram apresentados exemplos de como organizações podem ajudar a melhorar a qualidade de ensino nas escolas. A parceria com o setor empresarial é um dos eixos centrais do Programa Educar Para Transformar – Um Pacto Pela Educação, desenvolvido pelo Governo do Estado.

*Correio da Bahia

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.