Universidade do Estado da Bahia abre inscrições de Vestibular 2018 com 4 mil vagas

Para realizar o sonho de ser médica, a estudante Júlia Quintanilha, 18 anos, vai tentar pela segunda vez entrar na universidade. Apostando as fichas em todas as oportunidades possíveis, ela vai tentar uma vaga na Universidade do Estado da Bahia (Uneb), que abre inscrições nesta terça-feira (10). Em toda universidade, são 4.069 vagas nos 24 campi da Uneb.

Mas, para Medicina são apenas 30 e Júlia está se preparando para a alta concorrência. Na seleção passada, a concorrência para o curso chegou a 932,56, para não optantes de cotas. “Assusta demais. Mais ainda pelo fato de eu querer cursar medicina, que é um dos cursos mais concorridos dos vestibulares”, conta. Mas ela mantém o ânimo e além de fazer cursinho na Associação dos Ex-Alunos da Uneb (Unex), ela também assiste a aulas online.

“É uma segunda opção, eu vou ter que passar em algum lugar. Para o estudante de medicina qualquer oportunidade vale a pena, porque não é qualquer curso. No ano passado, eu não consegui uma nota boa no Enem, mas esse ano eu tive uma preparação melhor”, diz, confiante no bom resultado.

Assim como Júlia, para outros candidatos ao vestibular, enfrentar a grande concorrência é mais uma chance de conseguir uma vaga no ensino superior, já que agora muitas universidades usam o Sistema Unificado de Seleção (Sisu) como processo de seleção.

“Você aumenta as chances de conseguir uma vaga na faculdade. Também é um jeito de se testar, testar seus conhecimentos”, avalia a estudante do terceiro ano Sofia Passos Netto, 17 anos, que vai tentar uma vaga no curso de Psicologia.

Sisu
Além do vestibular, a Uneb também abre vagas pelo Sisu duas vezes ao ano. Segundo a pró-reitora de Graduação da Uneb, Káthia Marise Sales, a demanda de ingresso na universidade pelo vestibular é maior e por enquanto a instituição não pensa em extingui-lo como algumas já fizeram. Para o próximo ano, por exemplo, estão previstas 1.996 vagas pelo Sisu, que usa a nota do Enem.

“A nossa universidade é multi campi, estamos em 24 cidades do estado da Bahia e temos um público bastante diversificado. Então nós percebemos que, até o momento, o vestibular otimiza nossa ocupação de vagas. O Sisu ainda é uma cultura nova, embora já tenha alguns anos, ter o Enem como única forma de entrada na universidade ainda é uma cultura nova do nosso público”, explica Káthia.

A prova também vai ser aplicada em todos os departamentos da universidade, segundo a pró-reitora. “O vestibular vai ser aplicado em todos os departamentos, e o candidato pode estar concorrendo para uma vaga em um departamento, mas não precisa se deslocar até o departamento para fazer a prova. Ele vai indicar na inscrição a cidade onde quer fazer a prova”, detalha.

Concorrência
A Uneb tem uma das maiores concorrências de vestibular do estado. Na última edição (2017.2), as maiores concorrências se concentraram nos cursos de Salvador. Após Medicina, o segundo mais concorrido foi Nutrição, seguido de Fisioterapia, Enfermagem, Farmácia e Psicologia. O sexto curso mais concorrido é Direito, em Juazeiro.

Para a pró-reitora de Gradução da Uneb, Káthia Sales, a boa avaliação no Enade pode atrair ainda mais candidatos na próxima seleção. “Os cursos da área de saúde em geral são bastante concorridos e nós acreditamos que teremos uma procura maior na nossa universidade depois que tivemos resultados melhores no Enade, como o curso de Fisioterapia, que ficou com conceito 5”, explica.

Prova regional
Para a estudante Sabrina Ribeiro Santos Rodrigues, 17 anos, essa vai ser uma grande chance para cursar Direito, que ela sempre quis fazer. “Eu pesquisei sobre umas das melhores aqui de Salvador, porque eu não queria fazer fora da cidade, e é mais próximo daqui. Surgiu a Ufba e a Uneb, como não vai fazer o Enem, eu escolhi a Uneb”, conta a aluna do Colégio São Paulo.

A estudante Sabrina lembra que a prova é mais aprofundada que o Enem, por isso se dedica a fazer as provas anteriores do vestibular da universidade. “Eu pego provas da Uneb, as provas passadas fico fazendo, procuro questões, assuntos que caem mais na Uneb, como o Enem é mais generalizado, não aprofunda muitos nos assuntos, não procuro só ficar nas provas dele”, conta.

Por causa disso, os colégios também focam sua preparação de maneira diferente para os alunos que vão tentar as vagas da Uneb. “As aulas normais vão até dia 20 de outubro. Depois começamos com as revisões e a Uneb tem uma turma específica, pega as provas dos anos anteriores, os professores focam nos assuntos específicos dessa prova”, explica a orientadora educacional do Colégio São Paulo, Rita Cavalcanti.

Já o coordenador do Curso Pré-Vestibular Guerreira Zeferina, José Luís Barbosa dos Santos, observa que a prova tem um caráter regional forte. “Dá para perceber que a Uneb tem característica regional, mas não impede de trabalhar conteúdos também a nível de Brasil. O foco regional é mais incisivo, principalmente no que diz respeito a atualidades”, pontua o professor.

Edital
As inscrições para o vestibular seguem até o dia 29 de outubro e devem ser realizadas exclusivamente no site do processo seletivo. Na inscrição, o candidato deve escolher duas opções de curso/turno, opção de língua estrangeira, opção pelas vagas reservadas aos negros ou pelas sobrevagas indígenas, a cidade de realização das provas (independente do curso/cidade), e caso escolha por a prova em Salvador, deve escolher também a zona.

O valor da inscrição é R$ 85. Quem for tentar a isenção da taxa, também deve solicitá-la no site do vestibular a partir desta terça até o dia 15 de outubro. A previsão é de que o resultado seja divulgado no dia 17. Quem for contemplado com a isenção está automaticamente inscrito no vestibular. Quem não conseguir, deverá realizar a inscrição.

Para ter direito ao benefício é necessário ser estudante de baixa renda oriundo da rede pública de ensino. Além disso, funcionários do quadro efetivo e contratados pelo Regime Especial de Direito Administrativo (Reda) da universidade, ocupantes de cargo temporário, terceirizados, independente do nível de instrução e seus dependentes (cônjuge e filho), além de servidores à disposição que não sejam portadores de diploma de curso superior. Servidores de outras universidades estaduais da Bahia também podem fazer a solicitação. As provas vão acontecer nos dias 17 e 18 de dezembro.

Fonte: Correio

*Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.