Camaçari vai ganhar novas empresas e expectativas de mais de 2 mil empregos, diz governo do estado

Implantação de 64 empresas gerou 7,1 mil empregos; Previsão de chegar a 15 mil postos de trabalho até 2023

Camaçari vai ganhar novas empresas e expectativas de mais de 2 mil empregos, diz governo do estado 1
Foto: Basf – Carol Garcia/GOVBA

A perspectiva de crescimento econômico da Região Metropolitana de Salvador (RMS), até 2023, é que dobre. Balanço recente da Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE), aponta que 115 novas empresas devem se implantar, com R$ 10 bilhões em investimentos e possibilidade de gerar 15 mil novos postos de trabalho.

Nos últimos 4 anos foram investidos R$ 4,2 bilhões na implantação de 64 empresas, com saldo de 7 mil empregos gerados.

Os novos empreendimentos instalados em Camaçari, Candeias, Dias D´Ávila e Simões Filho, a exemplo da empresa Basf, geraram impactos expressivos na região, principalmente, no número de empregos. “Atualmente o Complexo Acrílico em Camaçari conta com cerca de 500 colaboradores, diretos e indiretos, e grande parte da mão de obra da operação do Complexo foi admitida por meio de parceria com o SENAI, que também realizou a capacitação”, afirma Tânia Oberding, diretora Industrial da Basf.

De acordo com os protocolos de intenções assinados com o Governo do Estado, os setores químico e petroquímico, eletricidade e gás, comércio e serviços, plásticos e borrachas serão os de maior destaque na geração de emprego na Região Metropolitana.

Destaques da RMS

Simões Filho vem com a implantação de 22 empresas, que movimentaram R$ 450 milhões nos últimos anos e geraram 2,3 mil empregos. A Coca Cola, por exemplo, criou 600 postos de trabalho, com investimentos de R$ 100 milhões. Já a Bomix Embalagens empregou 544 trabalhadores, com R$ 22 milhões investidos.

A perspectiva é de 20 novas empresas implantadas no município, nos próximos anos, que trarão R$ 537 milhões em investimentos e ofertarão 2,4 mil vagas. Dentre as empresas atraídas pelo Governo da Bahia, está a Aratu Log Armazenagem, que deve criar 430 empregos diretos.

Já em Camaçari foram implantadas 27 empresas, de 2015 para cá, que juntas injetaram R$ 2,5 bilhões na economia baiana e geraram 4 mil postos de trabalho – a exemplo da Bridgestone, Boulevard Shopping Camaçari e Braskem. Recentemente, foi inaugurado no município o novo Centro de Distribuição do Atakarejo, responsável pela criação de 500 postos de trabalho, com investimento que foi de R$ 20 milhões.

Ainda na cidade do Polo Petroquímico, a Flopam do Brasil Indústria Química investirá mais R$ 260 milhões na sua unidade e pretende gerar 163 empregos diretos, ainda neste semestre. Até 2023 serão mais 20 empreendimentos implantados, com perspectiva de empregar 3,6 mil pessoas.